02 ago

POR ONDE ANDAM OS URBANISTAS?

Sílvia Gusmão

O planejamento e a manutenção dos espaços públicos têm se firmado como um dos principais desafios da modernidade. As grandes metrópoles, em função do acelerado desenvolvimento urbano, crescem desprovidas de cuidados com a preservação de seu lastro histórico e cultural, assim como da qualidade de vida da população. Nesse quesito, o Recife, que vem alterando a organização do seu espaço nos últimos anos devido ao aquecimento da economia estadual, não se exclui dessa situação.
A exceção de alguns poucos casos bem sucedidos, como Curitiba, as grandes cidades brasileiras se desenvolveram sem planejamento e direcionadas pela forte especulação imobiliária. O Recife, dentre elas, apresenta vários sinais de uma ocupação desordenada e pouco aprazível. A excessiva verticalização da cidade, intensificada nas duas últimas décadas, como saída para os problemas de moradia e de segurança é um exemplo. Essa reordenação do traçado urbano vem substituindo os antigos sobrados, casarões e as casinhas miúdas que davam identidade à capital pernambucana.

 

Hoje, são erguidos centenas de prédios e condomínios residenciais de luxo, reflexo do crescimento populacional e do aumento do poder aquisitivo da população. Isolados em seus apartamentos, condomínios, veículos e shoppings, os recifenses esquecem-se das praças, das ruas, da cidade; e enfrentam cotidianamente um trânsito lento e confuso, que não apenas causa transtorno à circulação no espaço urbano como demonstra o despreparo da cidade para lidar com a sua modernização.
O trânsito, por sinal, vem se convertendo em um dos maiores problemas da capital pernambucana. Apenas no Recife, são mais de 500 mil veículos registrados, mas como circulam pela cidade a frota de toda a Região Metropolitana, é quase um milhão de veículos em movimentação diária. Aliam-se aos engarrafamentos, os problemas de saneamento, a favelização e o sistema de tratamento de lixo como pontos a serem discutidos e que pedem solução sem demora.
Cidades convidativas são aquelas que resistem, no tempo, às pressões das mudanças e das demandas imediatas do poder econômico, sabendo salvaguardar sua identidade, paisagem e qualidade de vida. São cidades onde os habitantes têm um papel ativo na defesa de seu estilo de vida e de seus espaços. Pode-se observar, nessa direção, um crescimento de habitantes em todo o mundo contra a pressa da vida moderna e a sociedade de consumo. Com menos carros, mais vias compartilhadas entre pedestres e bicicletas, e pela retomada da revitalização urbana e da qualidade de vida coletiva.

 

É papel do poder público analisar e repensar a forma como estamos lidando com as mudanças do espaço público. E o urbanista (profissional que pode ser um importante agente catalisador desse processo) tem desaparecido, especialmente agora, quando tem sido mais necessário, com a vinda dos investimentos estruturadores chegando ao Estado e uma Copa do Mundo para acontecer aqui.

sexta-feira , 02 de ago, 2013 Categoria : Encarando o mercado

DEPOIMENTOS

Escolher que profissão seguir não é tarefa fácil, especialmente sozinho. Ótimos métodos, boa temática de avaliação, boa dinâmica nos encontros, consultora muito gente boa e ajudou bastante.

 

 

Morgana Herdle

Morgana Herdle
depoimentos de estudantes

“Sou psicólogo e psicanalista, moro em Caruaru. Trabalhei doze anos numa escola particular de classe média nessa cidade. Fiz o curso da Trajeto e saí com um projeto que atendia à minha realidade e necessidade  institucional.

Fiz grandes amizades e trocas de experiências com diversos profissionais de outras escolas e realidades, o que enriqueceu o meu repertório de ação e intervenção junto à minha clientela. Super recomendo o curso. É uma equipe competente e comprometida. Obrigado a todos pela formação!”

Maurício Ramos
depoimentos de profissionais

HISTÓRICO

NEWSLETTER

Cadastre-se abaixo e receba em seu e-mail as novidades da Trajeto Consultoria.
[mc4wp-form]

Rua das Pernambucanas, 407, sala 709.
CEP: 52011 - 010, Graças, Recife - PE.
Fone/Fax: (81) 3221.1566
Website desenvolvido pela Unu Soluções