02 ago

DIREÇÃO E INVESTIMENTO NA AQUISIÇÃO DE COMPETÊNCIA

Sílvia Gusmão

Outro dia escutei de uma jovem o seguinte depoimento: na ânsia de enriquecer meu currículo, terminei a faculdade e fui logo emendando numa pós-graduação. Resultado: arrependi-me. Não pelo curso, mas pelo momento que não era o melhor. Hoje sim, sinto-me muito mais preparada, com conhecimento de mercado para trocar experiências e somar outras num curso de especialização.

 

Com um mercado cada vez mais disputado, os jovens, muitas vezes, incentivados e patrocinados pelos pais, estão correndo para se diferenciar e ter um currículo recheado com cursos de pós-graduações, domínio de idiomas, intercâmbios, entre outras atividades extracurriculares. O depoimento que inicio o artigo ilustra bem essa situação e provoca mais uma vez uma reflexão sobre o que observo na minha prática profissional: vale a pena turbinar o currículo sem ter clareza sobre aonde quer chegar?

 

Reféns dos ditames do discurso do mercado, os jovens se sentem pressionados a realizar uma quantidade enorme de cursos sem avaliar os reais benefícios que trarão à carreira. A resposta a essa questão não serve indistintamente a todos; dependerá da particularidade da profissão escolhida e do rumo a seguir. Não há como parar no tempo nos cursos da área de Saúde. Novas doenças e medicamentos; tratamentos revolucionários e novidades; obrigam o profissional da Medicina, por exemplo, a se dedicar sistematicamente aos estudos. Fazer residências e especializações é quase um imperativo da formação.

 

Mas, isso não é receita de bolo. Nem todas as profissões têm essa exigência. Outras, nas quais a informação é seu objeto de trabalho, demandam uma permanente atualização sobre os acontecimentos e fatos do ambiente. Certamente, não serão títulos acadêmicos que pesarão na contratação de um jornalista ou de um publicitário.
Embora nos últimos anos, o volume de estudantes matriculados no mestrado tenha crescido quase 80% no Brasil e triplicado no doutorado, nem sempre fazer tais pós-graduações alavanca a carreira. Ao menos, é claro, que o profissional decida investir em atividades de pesquisas ou ingressar na vida acadêmica.

 

Outra situação similar ocorre com a moda dos intercâmbios. Muitas famílias optam que seu filho passe por essa experiência ainda no Ensino Médio. Os programas costumam ser efetivados entre o 2º ano e o 3º ano, produzindo, frequentemente, lacunas no conteúdo pedagógico dos alunos. A lista de vantagens, que inclui desde o aprendizado de um novo idioma até a imersão em outras culturas, deve ser precedida da seguinte análise cuidadosa: será esse o melhor momento para se tirar proveito da experiência? Realizar um intercâmbio durante o curso universitário pode ser mais vantajoso, porque o ganho com a troca de conhecimentos acadêmicos agrega valor à formação profissional.

 

Em outras palavras, investir no capital intelectual é imprescindível numa sociedade que prima pelo conhecimento como a de hoje. Mas, essa decisão sobre o que fazer e qual é o melhor momento, deve estar atrelada ao planejamento estratégico da carreira para que o investimento valha a pena e não fique o sentimento de tempo perdido.

sexta-feira , 02 de ago, 2013 Categoria : Conhecimento e inovação

DEPOIMENTOS

Escolher que profissão seguir não é tarefa fácil, especialmente sozinho. Ótimos métodos, boa temática de avaliação, boa dinâmica nos encontros, consultora muito gente boa e ajudou bastante.

 

 

Morgana Herdle

Morgana Herdle
depoimentos de estudantes

“Sou psicólogo e psicanalista, moro em Caruaru. Trabalhei doze anos numa escola particular de classe média nessa cidade. Fiz o curso da Trajeto e saí com um projeto que atendia à minha realidade e necessidade  institucional.

Fiz grandes amizades e trocas de experiências com diversos profissionais de outras escolas e realidades, o que enriqueceu o meu repertório de ação e intervenção junto à minha clientela. Super recomendo o curso. É uma equipe competente e comprometida. Obrigado a todos pela formação!”

Maurício Ramos
depoimentos de profissionais

HISTÓRICO

NEWSLETTER

Cadastre-se abaixo e receba em seu e-mail as novidades da Trajeto Consultoria.
[mc4wp-form]

Rua das Pernambucanas, 407, sala 709.
CEP: 52011 - 010, Graças, Recife - PE.
Fone/Fax: (81) 3221.1566
Website desenvolvido pela Unu Soluções